O ESPÍRITO SUSCITA A MISSÃO

“De um modo muito particular Deus Nosso Senhor me fez entender aquelas palavras: Spiritus Domini super me et evangelizare pauperibus misit me Dominus et sanare contritos corde (Is 61, 1)” (Aut 114).

“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque Deus me enviou a evangelizar os pobres e a sanar os corações aflitos”. Nestas palavras do profeta Isaías, que recolhe e se apropria o mesmo Jesus, segundo Lucas 4,18, entendeu Claret que sua missão consistia em continuar a missão do profeta e a de Jesus. E a esta missão foi fiel por toda sua vida, vivendo e pregando o Evangelho, tanto de palavra falada como por escrito, visitando os enfermos e os encarcerados, partilhando com os pobres seu próprio soldo e promovendo, às vezes, diversas instituições de economia e obras sociais.

Segundo os Evangelhos sinóticos, Jesus definiu sua missão como o anúncio e a prática da Boa Nova do amor de Deus aos pobres, aos aflitos, aos marginalizados e aos pecadores. No Evangelho de João Jesus diz assim: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10,10). E em Mateus 25,31-46 nos oferece a eloquente parábola do juízo final, segundo a qual nós seremos julgados pelo que tenhamos feito ou não aos famintos, sedentos, nus, enfermos, encarcerados…

Isto é o que nos conta Claret, como o Senhor lhe revelou. Também em cada um de nós fala e age o Espírito, para que (seja qual for nosso estado de vida na Igreja) continuemos a missão de Jesus, a de anunciar e praticar o amor ao Deus de Jesus aos pobres, aflitos, marginalizados, famintos, desesperados e perdidos… E isto é hoje tão essencial e urgente na vida cristã e humana, que se converte em uma pergunta muito pessoal:

Você entendeu? Que possibilidades você tem de levar à prática? Você o faz?

Adicionar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Body styles
Color scheme