MARIA MÃE DE DEUS

“Os Doutores e Santos Padres dizem que pelos frutos se conhecem a árvore, conforme consta no Evangelho. Que diremos de Maria que deu à luz aquele Fruto bendito que tanto elogiou Isabel, quando disse: ‘Bendito o fruto do teu ventre, que alegria ao ver a Mãe do meu Deus?’” (Carta a um devoto do Coração de Maria, em EC II, p. 1500s).

Um refrão antigo, pouco conhecido, diz: “O peixe tirou a cabeça para fora da água no meio do lago e todos se agitaram às margens do lago”. Tem, como todos os refrãos, uma mensagem. Tudo o que eu faço tem repercussões e com frequência alguém sente a vibração sem saber de onde vem. Elevem ao infinito o refrão quando a ação é de Deus. Seu amor para com as criaturas se manifestou no envio do seu Filho que colocou sua tenda no meio de nós. E esta manifestação de Deus ao mundo mudou a situação do planeta, porque a Graça da salvação chegou a todos, inclusive aos que não o sabem. Como diz o poeta, nem sequer as estrelas ficaram intactas.

Santa Isabel foi a primeira a alegrar-se com este impacto e, cheia do Espírito, clamou e se comoveu ao perceber o coração pequenino que batia ao compasso do de Maria. E o pequeno que crescia em seu seio saltou também de alegria; e, confusa com o privilégio, acrescenta: “Como é possível que a Mãe do meu Senhor venha a mim?” Posso saber quem você é pelo fruto que traz à humanidade.

Esta alegria e esta humildade de Isabel provocaram também a reação na alma de Maria, que expressou, sem medo: “É o Senhor que tem feito maravilhas em sua pequena escrava”. Mas já com voz profética anuncia que esta vinda traz a notícia esperada: O Reino do amor, da justiça, do serviço. E consequentemente cairão dos seus tronos os poderosos e ocuparão seus lugares os humildes.

Efetivamente a mensagem de Jesus não vem acomodar-se às circunstâncias egoístas dos humanos. Vem transtorná-las e subvertê-las. Não se acomoda às suas coordenadas históricas porque está além do tempo. Assim, por exemplo, a afirmação “não se pode servir a Deus e ao dinheiro” (Mt 6,24) soava aos ouvidos dos publicanos como soa hoje aos ouvidos dos corruptos, narcotraficantes e exploradores. O céu e a terra passarão, mas as palavras de Jesus não passarão.

Adicionar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Body styles
Color scheme